enquanto espero

duas crianças soltam bolinhas de sabão com canudos de refrigerante tão antigas, numa janela alta, soltar ar no buraco do espaço que recorta o vento   sabão com membrana transparente furta-cor una furtiva lacrima ao mundo, ver o desenho a coisa solta, fazendo coisas com o vento   são crianças que vêm talvez da índia, … Continuar lendo enquanto espero

Anúncios

Vertical (e balanço)

21 de maio de 2018 Sofia convida a balançar em diferentes cadências – três passos para frente, três passos recuando, quatro, dois, um, cinco...o que é que essa cadência me ensina? Vai e volta - que é sempre um ir, um seguir adiante - um ouvir o que se está elaborando com os outros corpos. … Continuar lendo Vertical (e balanço)

olá baleia,

aqui perto do chão sinto vibrações fortes, acho que muitos "pés" ou "bundas" assim sobre esse solo a tilintar, pousar, pular, pulsar. hoje de manhã ouvi seu canto. sei lá como...próximo da superfície do mar e do céu, e ora lá tão distante da profundidade do oceano. quando nos visita as 5a f. ao chamado … Continuar lendo olá baleia,