à dança que conheço e (já não) esqueço

Rua dos Fanqueiros, n. 150 Lisboa, Portugal Dança amada de chegada delicada. Acompanho esta entrada na fantasmagoria da terra. Espero poder te dizer imensas coisas, enquanto isso ouço. 
Um bocado de sede, que desperta as securas. A chegada dos segredos daquilo que se contorce, daquilo que treme, daquilo que é violado. As barrigas dos pés … Continuar lendo à dança que conheço e (já não) esqueço

Anúncios

espaço experimental 25 anos – anotações do documentar, dar suporte, e alguns versos

Daqui continuamos a pensar na documentação como suporte, e como ação que acompanha uma criação. Um processo. Uma vida. Pensar-fazer os suportes para a documentação continua a fazer-se como reflexão prática da invenção de um suporte e de um convite de acompanhamento. A consistência da prática de agrupar, cortar, dobrar as folhas. Encontrá-las, cerze-las. A … Continuar lendo espaço experimental 25 anos – anotações do documentar, dar suporte, e alguns versos

Para Maruan. Desde uma dança com a Catarina.

Lisboa, 06.abril de 2018 Lisboa, 16.abril de 2018 Maru , No dia 06, que era uma segunda-feira e que, em alguma curva do corpo parece que passou a menos de dez dias, dançamos aqui na sala branca do c.e.m na escuta de um convite do corpo-dança da Catarina. Não me lembro se vc chegou a … Continuar lendo Para Maruan. Desde uma dança com a Catarina.

a documentação como um ato.

ali no papel inscreveu-se: em cura  em dança é possível que um quadrado se arredonde em contínuos redondos? um plano sólido se flexibilize? que artérias se capilarizem para atravessar o espaço, abrindo, arejando ? uma atividade muito básica e simples de cortar continuamente o papel. (como trepante ou obra-mole de Lygia, 1964-1965) escolho a cor … Continuar lendo a documentação como um ato.

olá baleia,

aqui perto do chão sinto vibrações fortes, acho que muitos "pés" ou "bundas" assim sobre esse solo a tilintar, pousar, pular, pulsar. hoje de manhã ouvi seu canto. sei lá como...próximo da superfície do mar e do céu, e ora lá tão distante da profundidade do oceano. quando nos visita as 5a f. ao chamado … Continuar lendo olá baleia,