escreve-dança-lê small dance

áudio colocado num dos headphones da seção dedicada à experienciação da small dance, uma sala em penumbra, na exposição steve paxton: esboço de técnicas interiores, na culturgest lisboa, com a curadoria de romain bigé e joão fiadeiro. voz sofia neuparth com trabalho de som de bruno de azevedo - audio writing-dancing-reading small dance in portuguese … Continuar lendo escreve-dança-lê small dance

à dança que conheço e (já não) esqueço

Rua dos Fanqueiros, n. 150 Lisboa, Portugal Dança amada de chegada delicada. Acompanho esta entrada na fantasmagoria da terra. Espero poder te dizer imensas coisas, enquanto isso ouço. 
Um bocado de sede, que desperta as securas. A chegada dos segredos daquilo que se contorce, daquilo que treme, daquilo que é violado. As barrigas dos pés … Continuar lendo à dança que conheço e (já não) esqueço

espaço experimental 25 anos – anotações do documentar, dar suporte, e alguns versos

Daqui continuamos a pensar na documentação como suporte, e como ação que acompanha uma criação. Um processo. Uma vida. Pensar-fazer os suportes para a documentação continua a fazer-se como reflexão prática da invenção de um suporte e de um convite de acompanhamento. A consistência da prática de agrupar, cortar, dobrar as folhas. Encontrá-las, cerze-las. A … Continuar lendo espaço experimental 25 anos – anotações do documentar, dar suporte, e alguns versos

feedback de ezequiel santos aos 25 anos de espaço experimental

---------- Mensagem encaminhada ---------- De: Ezequiel Santos Data: 20 de junho de 2018 às 23:00 Assunto: fide béque Para: cem <cem@c-e-m.org> Olá, grandes organizadoras Já refeito do fim de semana intensivo (para a próxima tomo umas vitaminas), gostaria de dar-vos um feed-back geral e particular com a vantagem de não conhecer as pessoas que estiveram a … Continuar lendo feedback de ezequiel santos aos 25 anos de espaço experimental

Espaço Experimental do início de maio – linha maleável

4.5.2018 Uma constância de adentrar, mas não de todo -- sempre na urgência de se manifestar, mas nunca sair por aí. Sobre este fato não poderemos dizer que vire notícia. Não há uma localização no exato. Vive na linha pontilhada da ação performativa maleável. Lugar entre o silêncio e a fala enquanto um livro, Os Cantores … Continuar lendo Espaço Experimental do início de maio – linha maleável